Animais Fantásticos e Onde Habitam (Sem Spoilers)

Esqueçam Harry Potter, pois o bruxinho mais famoso do mundo mágico só nascerá daqui 80 anos…
Animais Fantásticos e Onde Habitam é a vida adulta dos fãs de Harry Potter, pois se cada filme da história original tivemos protagonistas que cresceram com o público, assim os deixando na vida adulta, aqui em Animais Fantásticos temos um protagonista que tem que pensar em algo mais que suas aventuras escolares.


Depois de cinco anos sem magia nas telas, a Warner Bros. trouxe-nos uma nova aventura no mundo de Harry Potter, mas sem o protagonista, por isso é necessário o entendimento prévio disto para a apreciação total do filme. Não que isso o prejudique de qualquer forma, apesar do filme não destinar tempo algum para explicações já feitas nos oitos filmes da franquia original.

É clara a ambientação dos filmes, afinal de contas, além e ser roteirizado pela própria J. K. Rolling, o filme também é dirigido pelo já conhecido David Yates, diretor também dos últimos três longas da franquia. Então o espectador já acostumado irá suspirar à cada nova cena, procurando vários detalhes que lembrem a aventura pródiga de Rolling.

Mas temos agora um novo protagonista, Newt Scamander (Eddie Redmayne), um inglês pesquisador de animais fantásticos, que atravessa o oceano com sua maleta mágica com uma missão, devolver um dos animais à seu habitat natural. Mas ao chegar em Nova York sua maleta é aberta e algumas criaturas começam a causar caos na cidade.

Contando com a ajuda de Popertina Goldstein (Katherine Waterston), antiga auror, Queenie (Alison Sudol), sua irmã leitora de mentes e o trouxa, digo, no maj, como é falado no EUA, Jacob (Dan Fogler), Newt tentará resgatar seus animais e causar o menor dano possível à metrópole americana.

Mas claro que como grande criadora, Rolling não iria perder a oportunidade de explorar ao máximo o mundo que concebeu, então é posto de pano de fundo a história do mais temido bruxo antes de Voldemort, Grindelwald, que está presente na trama discretamente, mas que promete ser o centro das atenções durante os próximos quatro futuros filmes da franquia.

Com certeza esse filme não é mais infantil, Rolling o criou para seu público, o mesmo que cresceu com Harry, então temos um filme adulto, mas que não perde sua essência infantil e mágico, mesmo mostrando uma linguagem mais madura. Outro toque da autora é ter o poder do roteiro, assim nota-se claramente seu estilo de escrita na composição das cenas, mesclando o divertido ao terror mágico excelentemente.

O filme só peca no ritmo, claramente prejudicado por algumas cenas extensas e tomadas de câmeras desnecessárias e longas. Mas nada que prejudique tanto a composição geral, mas o que o filme tem de mais especial são os efeitos especiais, as criaturas são tão perfeitamente animadas que são totalmente críveis.

Por fim o filme entrega tudo aquilo que o fã de Harry Potter necessitava, magia ilimitada (afinal, agora não estamos mais em uma escola, aqui é a vida adulta), personagens carismáticos, vilão misterioso e muitas referências. Agora é esperar pelas continuações e a participação já confirmada de Dumbledore e sua relação com o amigo Grindelwald interpretado por Jonny Depp.

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Título Original: Fantastic Beasts and Where to Find Them
Ano: 2016
Direção: David Yates
Duração: 133 min.
Nacionalidade: EUA, Reino Unido
Gênero: Fantasia, Aventura
Elenco: Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Dan Fogler

Gounford

Gounford

Amante do cinema, viciado em games, entusiasta de séries e escravo dos quadrinhos e livros... Ou seja, procura-se emprego para sustentar tudo isso!
Gounford

Últimos posts por Gounford (exibir todos)

Compartilhe!

Gounford

Amante do cinema, viciado em games, entusiasta de séries e escravo dos quadrinhos e livros... Ou seja, procura-se emprego para sustentar tudo isso!