Dr. Estranho (sem spoilers)

Uma nova cara para Universo Cinematográfico Marvel.

 

Dr. Estranho inicia um novo conceito no MCU: a magia. E faz isso com maestria.

O ator já é conhecido, o personagem nem tanto, mas a missão era difícil, incluir não só um novo personagem (como fez Homem-Formiga), mas um conceito. Mas até pareceu uma missão fácil para Dr. Estranho.

Benedict Cumberbatch tem como sua principal característica brilhar diante das câmeras, portanto já era esperado que assim o fizesse, e ele fez. Mostrou toda imponência de sua estrutura física, mostrando que o Manto da Levitação (capa usada pelo personagem) lhe coube muito bem. Ele não parece interpretar o doutor, ele É o Dr. Estranho.

O filme é bem característico, foge muito dos já convencionais filmes da Marvel, não que ele abandone a comédia, ou mesmo a fantasia, mas ele parece mais adulto que os filmes já produzidos, talvez algo mais próximo de Capitão América: Soldado Invernal, com uma temática mais próxima até do que é visto nas séries da Netflix, com sangue, certo grau de violência e até um ambiente mais contido, com muitas cenas rodadas no hospital que o protagonista trabalha.

Quanto aos outros personagens, todos fazem bem seu papel, sem muitos destaques, com certeza nenhum deles transpassará seu mundinho, como fez Pepper Potts ou Loki, mas alguns com certeza ainda ganharão importância nos próximos filmes da franquia.

Agora o que impressiona mesmo no filme é parte artística, aqueles ambientes móveis como em “A Origem” ou mesmo “Matrix” são elevados ao nível de excelência computacional de hoje em dia. Chega a ser até vertiginoso para os mais fracos de estômago. O ambiente psicodélico seria com certeza aplaudido por Kubrick, pois é de fazer inveja em muito filme que já tentou passar a sensação astral. Excelência para a Direção de Arte que soube passar todos os elementos encontrados nos quadrinhos e mesmo assim apresentá-los com uma forma convincente para o mundo real.

Por fim, o filme cumpre seu papel, introduz claramente todo o universo mágico existente dentro do MCU, sem esquecer de aplicar as já conhecidas referências. Também mostra que o novo mago terá papel importante durante os próximos anos nas telonas.

Uma dica: há duas cenas pós-crédito, então só saiam do cinema após o fim dos créditos.

Dr. Estranho

Título Original: Doctor Strange
Ano: 2016
Direção: Scott Derrickson
Duração: 115 min.
Nacionalidade: EUA
Gênero: Fantasia, Ação
Elenco: Benedict Cumberbatch, Tilda Swinton, Chiwetel Ejiofor

Gounford

Gounford

Amante do cinema, viciado em games, entusiasta de séries e escravo dos quadrinhos e livros... Ou seja, procura-se emprego para sustentar tudo isso!
Gounford

Últimos posts por Gounford (exibir todos)

Compartilhe!

Gounford

Amante do cinema, viciado em games, entusiasta de séries e escravo dos quadrinhos e livros... Ou seja, procura-se emprego para sustentar tudo isso!