Brasil Game Show 2016

Estivermos na Brasil Game Show 2016 conhecida como “BGS 2016” e como tem acontecido já a alguns anos, nos decepcionamos com as filas, poucas atrações e mal aproveitamento do espaço. Mas não foi de tudo ruim…

A Sony, como vem acontecendo a algum tempo, salvou a feira com o lançamento jogável do Óculos VR. O que posso dizer é que nunca tive uma experiência tão imersiva quanto jogar RIGS Mechanized Combat League e VR Worlds, alguns dos 8 jogos disponíveis no stand. Os óculos se encaixam perfeitamente ao seu rosto, nenhum incômodo ou pressão na face, foi uma experiência única.

Vimos no auditório da Playstation a demonstração do game “The Last Guardian”, aquele mesmo da E3. O game chama a atenção pelo potencial e visual apresentado, como ainda não está 100% finalizado não foi revelado muito, só uma possível melhora dos gráficos e a necessidade de ajudar a fera para sobreviver.

Um ponto bem negativo na Sony foi a pouca disponibilidade de jogos para teste, exemplo era “Final Fantasy” que tinha apenas 3 consoles, já o PES2016 (que já tem sua demo disponível para todos os consoles) tinha 20 consoles para testar o game. Testamos  também “Horizon Zero Dawn” que também só tinha 6 consoles pra testar, falando no jogo ele está lindo, com uma jogabilidade que flui muito bem e a protagonista junto ao visual impressionam.

Visitamos também o stand da Microsoft que basicamente era Forza Horizon 3 e Gears of War 4 (repetindo a Sony, haviam poucos consoles para teste), o stand era pequeno em comparação ao da concorrente, conseguimos testar só o Gears of War 4, pois as filas eram intermináveis. O jogo é lindo, tanto em gráficos, quanto a sons que deixam tenso, mas a jogabilidade em si é mais do mesmo, se proteja, atire, corte o inimigo no meio, essas coisas que estamos acostumados, mas a história promete muito.

Também visitamos a área Indie que não tem a atenção que merece, com poucos visitantes prestigiando os desenvolvedores. Lá jogamos Holy Avenger,  jogo que se passa no glorioso mundo de Tormenta o sistema nacional de RPG. Na demo disponibilizada era possível jogar com quatro personagens, todos bem conhecidos dos fãs de Holy Avenger: Tork, Lisandra, Niele e Sandro. O jogador poderá alternar entre os heróis a qualquer momento da aventura.

Conclusão que cheguei, lembrando que essa é a minha opinião, a BGS deste ano foi feita para os mais jovens verem os seus youtubers prediletos, pois jogos e lançamentos são escassos e jogadores mais hardcore não têm muito o que fazer na feira sem passar por inúmeras filas. Como dito no começo dessa matéria, se não fosse o óculos VR da Sony o evento teria sido bem triste para nós.

Ano que vem estaremos lá de novo e esperamos que esteja melhor, espero que essa conclusão não seja levada como uma crítica e sim como uma sugestão de um gamer que se sentiu frustrado ao final da feira.

Marco

Marco

Marco Cruz é um nerd, fã de videogame, HQs, boardgame e cardgame. Adora uma discussão saudável com os amigos.
Marco

Últimos posts por Marco (exibir todos)

Compartilhe!

Marco

Marco Cruz é um nerd, fã de videogame, HQs, boardgame e cardgame. Adora uma discussão saudável com os amigos.

  • Anderson Gonçalves

    Faço minhas suas palavras

  • Bruno Neres Daros

    Eu acho q vr é uma tecnologia incompleta e tem muito a evoluir ainda, mas interessante saber que o vr tem uma titulos promissores chegando aí no mercado, produzindo enquanto se aprimora!
    O the last Guardian… Bem, adiado novamente e o hype que eu tinha sobre ele agora só diminui, promete ser um bom jogo, mas acho q esse hype dele n é mt saudável, vão entregar algum bom certeza, mas vai decepcionar mt gt ainda, prevejo isso. De resto sem mt espectativa com o que foi mostrado, que a bgs venha se aprimorando a cada dia e q n vire um evento de youtuber! Mas saiba usa-los direito para promover os jogos ao invés de so mostrar cara bonita Kkk

    • Marco Cruz

      Agradeço o seu comentário Bruno !
      E sim pelo que eu vi o VR tem títulos promissores em produção,e concordo é uma tecnologia incompleta e arrisco a dizer que nem mesmo eles sabem o potencial que tem em mãos ,quanto a The last Guardian como foi dito na matéria ele estava com muitos bugs, o jogo travou no meio da apresentação, e quando perguntado se existia outra demo, o representante da Playstation da América Latina informou que essa é a única feita até hoje pro jogo, com isso esse adiamento não é uma surpresa.
      Quanto a BGS eu to meio que perdendo as esperanças, parece que irá virar um grande evento de youtubers com alguns jogos, infelizmente eles irão partir pra esse caminho creio eu, mas ser mais rentável para eles. Infelizmente, para nossa tristeza.

      De novo agradeço a atenção, e continue nos acompanhando!

      Abraço!